RETOMADA

0
(0)

(GALERA DO BV APRESENTO O NOVO REFORÇO DO BV EM 2020, Colunista Régis Martins…ele se apresentará melhor semana que vem – LS)

Neste sábado teremos o primeiro encontro com o nosso tradicional rival, e, muito embora nesta véspera de jogo as discussões estejam voltadas quase que totalmente para a escalação que será utilizada por nosso técnico estreante, tendo em vista o novo esquema e postura de jogo adotados e as peças tidas pelo elenco de 2020 (até aqui), somada a situação inesperada de termos de enfrentar os azuis antecipadamente – em decorrência de ocuparem a 2ª colocação de seu grupo -, isso em meio a confrontos de mata-mata na pré libertadores (o que pode nos causar prejuízos incalculáveis em caso de fracasso – vide o exemplo do Corinthians), considero que tem outro fator de extrema importância que o SCI como clube deve observar neste enfrentamento.

No início de dezembro, definida nossa situação no Brasileiro, e tendo nos restado a fase preliminar da libertadores já no início de 2020 – se tivéssemos mais 1 ou 2 rodadas provavelmente estaríamos na Sul-americana – meu pensamento era de que mesmo que não viessem títulos neste ano, tendo em vista que sem falar da nossa ‘nova reconstrução’ e da flagrante superioridade do Flamengo no cenário nacional, teremos outras equipes (por ex. Palmeiras) reforçados nesta temporada, devemos voltar a mostrar nossa superioridade frente a nosso tradicional rival, coisa que perdemos há algum tempo.

O torcedor colorado não pode mais ver nossa equipe jogando da forma como mostrada nos últimos clássicos, em que as poucas vitórias vieram com base na individualidade ou na ‘raça’, como ocorreu no embate válido pelo gauchão do ano passado, que vencemos por 2×0 em nossa casa depois de muito esforço, mas acabamos eliminados porque levamos um vergonhoso 3×0 no jogo da ida. Nos demais clássicos, ficamos encurralados feito ratos, vendo o Grêmio girar a bola, apenas e tão somente à espera de um contra-ataque milagroso que pudesse nos dar a vitória.

Inclusive, ao acompanhar o jogo promovido pelo ‘lance de craque’ tal questão foi objeto de reflexão pelo nosso ex-jogador e campeão Magrão – que virou colorado depois de sua vitoriosa passagem por Porto Alegre – de que neste ano o deveríamos recuperar a gana de vencer clássicos, de mostrarmos ‘quem manda nesta terra’.

Se retomarmos a fase de vitórias em gre-nais, certamente isso terá influencia positiva tanto no âmbito do clube em si, quanto no ânimo do nosso apaixonado torcedor, neste ano em que enfrentaremos diversas competições importantes.

Saudações Coloradas.

How useful was this post?

Click on a star to rate it!

As you found this post useful...

Follow us on social media!

Author: Régis Martins

Share This Post On