O jogo das nossas vidas | BLOG VERMELHO : Sport Club Internacional

O jogo das nossas vidas

Dizem que o jogo mais importante é sempre o próximo, e em relação a títulos não poderia ser diferente: o caneco da Copa do Brasil vale muito, talvez o mais importante na história recente do clube.

Pois bem, vejamos:

  • Garante a vaga direta na fase de grupos da Libertadores de 2020 (caso contrário a alternativa restante será o G4 ou ainda o G6 no Brasileirão para a pré-Libertadores)
  • Em termos financeiros, garante cerca de R$ 30 milhões a mais de arrecadação, o que na prática desafoga as finanças e talvez impeça a venda de um ou outro jogador titular
  • Permite usar o Brasileirão de maneira mais agressiva no que refere-se ao aproveitamento e lançamento de futuros titulares (Nonato, Heitor e Fuchs)
  • Marca a retomada da conquista de títulos nacionais, acabando um jejum que se estende desde 1992

Existem obviamente os ganhos menos tangíveis mas não menos significantes, como exposição do clube na mídia, aumento do quadro social, aumento da autoestima (do clube e do torcedor), etc.

A verdade é que mesmo se nada disso fosse aplicável é que O TORCEDOR colorado merece este título.

Depois de um primeiro jogo onde ficou a sensação de que o time poderia ter sido mais ousado e desempenhado melhor, trazendo um resultado mais favorável, cabe agora apostar (alto, por sinal) na força do Beira-Rio, onde vitória simples leva a decisão para a loteria das penalidades, cabendo ai então um resultado superior a um gol para a conquista direta.

Logicamente fica a sensação agridoce de que tudo poderia ser menos sofrido se a postura fora de casa fosse mais agressiva, com uma escalação menos defensiva, mas foi assim que chegamos até a final e é o que a casa oferece de momento: um all-in apostando na força da torcida, na postura mais propositiva quando joga em casa e no histórico recente de mando de campo.

Pelo lado colorado a escalação remonta um grande desfalque de última hora: D´alessandro sentiu nos treinos e é dúvida… Sobre isto, informações conflitantes: algumas fontes garantem que está fora do jogo e outras que fará um teste antes do início da partida.

Apesar da importância histórica do jogador e as características únicas no sentido de ser o único armador da equipe e ter a capacidade inventiva que pode desequilibrar o jogo em um lance genial, acredito que só deve ser escalado se estiver em plenas condições físicas, isto é, 100%. Edenilson jogou visivelmente descontado contra o Flamengo e isto acabou por ser determinante; em um jogo de tamanha intensidade, tanto física quanto emocional, é extremamente arriscado entrar com um jogador em condições não ideais, além do risco óbvio de já começar o jogo com uma substituição a menos.

No que pesa a personalidade do gringo e a vontade de participar da decisão, se tiver mínimas condições deve acabar indo pro sacrifício, com todo o risco acima mencionado. Se acontecer, é torcer pra dar certo, qualidade não falta, ficando o lado físico a grande dúvida. Caso fique como alternativa pro 2º tempo, ou ainda esteja totalmente fora do jogo, surgem como alternativas Wellington Silva e Rafael Sobis, sendo qualquer outro nome uma surpresa.

Com a entrada do Wellington Silva o time ganha velocidade e a jogada individual; se Sobis for escolhido, o estilo de jogo mais cadenciado permanece, com a adição da melhor capacidade de conclusão; independente da escolha, muda a característica pois nenhum tem a capacidade de articulação que o argentino oferece.

Mais importante talvez que nomes é a postura. Ao contrário do primeiro embate, é fundamental agredir mais, diminuir os espaços entre as linhas e fundamentalmente jogar com os blocos altos, pressionando o Athlético e não deixando espaço para a posse de bola que a equipe paranaense teve no 1º jogo.

O perigoso e veloz Roni deve ser vigiado de perto, assim como os arremates de Nicão, o oportunismo de Marco Ruben e as infiltrações de Bruno Guimarães, este o expoente técnico do adversário.

É dia de lotar o Beira-Rio, torcida e time em comunhão gritando em uma só voz, empurrando o time para esta importante conquista.

É o momento de deixar tudo em campo!

Chegou a hora! É dia de Inter!

Avatar

Author: Davi

Share This Post On