RETORNO | BLOG VERMELHO : Sport Club Internacional

RETORNO

3.7
(9)

Depois de umas férias sem avisar, volto à ativa.

Neste período, Argentina campeã mundial, Pelé, o incomparável nos deixou e o Inter conseguiu se desapegar de alguns jogadores. Vamos por partes, sem esquecer da copinha.

Argentina merecidamente campeã, depois de um primeiro jogo fatídico, o treinador soube mexer no time, tirar medalhões, colocar mais guris que rendiam e o time engrenou. Não foi maravilhoso, mas soube mostrar competitividade com bons lampejos de grandes jogadas.

O treinador acabou com a França no primeiro tempo invertendo DiMaria de lado, e aquele segundo gol foi fantástico. Messi fez a diferença, e seu tamanho como jogador merecia um mundial.

A França conseguiu o que ninguém acreditava, empatou na raça, com dedo do treinador. Foi um jogão, com direito à defesa milagrosa no final e erro do Lautaro em cabeceio que definiria o título. Os pênaltis só confirmaram quem queria ganhar mais.

E Pelé não viu o Brasil sem campeão de novo. Embora as comparações sejam inevitáveis, não há como comparar Pelé com qualquer outro jogador. Ele era bom até como goleiro e ator, e até cantou. No futebol, inventou quase tudo, era praticamente perfeito em todos os fundamentos e tinha uma inteligência fora do comum dentro do campo. Inigualável até hoje, e penso que seguirá assim.

Voltando ao Inter, penso que estamos lentos nas contratações.

Dito isso, entendo, há falta de recursos, não querem contratar por contratar, algumas dispensas não são fáceis, pois vieram em alta e estão em baixa, como David; mas olhando um pouco para trás, ano passado só fomos completar um time depois de fevereiro. Não que eu concorde, penso que deveriam ser rápidos e engrenar o time desde logo, só que ano passado, com calma, montamos um bom time, ainda que contando com a guerra para ajudar.

É bem verdade que não precisamos de tantas peças como ano passado, temos uma boa espinha dorsal, temos goleiro, lateral direito, três zagueiros (Vitão, penso eu, é bom negócio por qualquer quantia), lateral esquerdo, dois meias titulares, dois articuladores e três atacantes, sem contar com a gurizada que pode aparecer ou desaparecer. Tahuan Lara, Lucas Ramos e Estevão, espero, terão chances no gauchão para se firmarem como opção. E até o zagueirão do Barça que jogou como ld também pode se apresentar.

O desapego foi bom, Ed precisava sair, assim como Taison. São ciclos encerrados, missão cumprida, hora de trocar de ares. Se vão arrebentar nos seus próximos times, é do jogo, alguns rendem em um determinado esquema, outros não.

Kaíque e Romero também foram, mesmo achando que poderiam render ainda, mas esse é o principal do desapego, aproveitar as oportunidades, abrir espaço para que um chegue e tome conta, mesmo que o anterior seja promissor ou prometa melhoras. Duvidoso pelo duvidoso, melhor um duvidoso novo.

Contudo, é necessário contratar um volante que chegue como titular. Até acho que Matheus Dias é bom jogador, mas não podemos ficar com um e improvisar Johnny, tirando de onde rendeu melhor ano passado, e Gabriel só volta em agosto, com muita esperança. Cuellar é meu nome preferido.

Também acho que precisamos de um 8, um meia que jogue nas duas áreas, com capacidade de marcação e articulação. Confio no Johnny, mas creio que será vendido no final do semestre, assim como Maurício, aproveitando a janela que rende mais, e seria bom já termos outro para engrenar com o time.

Meu nome recorrente é Faravelli, mas não sei se já foi negociado.

Enfim, ainda não estreamos em competições, mas acho que estamos atrasados nas contratações, principalmente no volante e meia.

Não penso que o 9 seja essencial, Alemão estava jogando muito, e Lucca parece estar arrebentando nos treinos. Entretanto, um é guri ainda, bem guri, e Alemão é outro que tende a ter boas propostas na janela do meio do ano. No Mikael, não confio, nem gosto muito do perfil.

Por fim, a copinha. Só vi melhores momentos, sem narração, sem saber o nome dos jogadores. Destaco, para quem quiser ver no youtube, dois golaços. O terceiro, no último jogo, na clássica arrancada em velocidade, corte pra dentro e chute mais do que certeiro, e o segundo contra o Rosário, no campo encharcado, tanto pelo toque de cabeça do meia, como pelo centroavante que não foi fominha, deu drible no calor da área e passou para um chute calmo e colocado do lateral direito.

Até onde vi, é um time com idade menor que os adversários, que vai sofrer com imposição física, só que alguns já mostraram talento que merece a lupa da preparação.

Feliz 2023 pessoal.

How useful was this post?

Click on a star to rate it!

As you found this post useful...

Follow us on social media!

Author: Mauro loch

Share This Post On