RENAULT | BLOG VERMELHO : Sport Club Internacional

RENAULT

Bem, tenho que confessar a vocês, sou o administrador da equipe Renault de fórmula 1 e categorias inferiores. Dito isso, digo-lhes que tenho um carro estimado em 200 milhões, mas o coloco para correr apenas na fórmula 3, aquela categoria de entrada da fórmula 1, e tenho algumas explicações a dar sobre isso.

Na fórmula 3, o carro ganhará experiência, rodagem, vamos conferir se ele aguenta correr em climas diferentes, se o freio está bom e a mecânica em geral aguenta o tranco de movimentações de pilotos menos experientes.

Não o coloco direto na fórmula 1 porque já tenho carros lá, que não valem tanto, que não impressionam tanto, mas que estão com a equipe há algum tempo e não quero deixar os mecânicos do time principal achando que qualquer melhoria vai ingressar no primeiro time na primeira oportunidade. Sei que esses carros valem menos, mas já estão conosco e não quero desvalorizá-los deixando os na reserva.

O carro, senhores, é Netto, dos aspirantes, com multa rescisória de 200 milhões, que fez dois gols no grenal de sexta-feira pelos aspirantes, um de fora da área e outro em infiltração cruzada, deslocando o goleiro.

Netto chuta, corre, dribla e finaliza, tem até um bom cabeceio, e iniciou como atacante pelos lados, lado direito, sempre buscando a diagonal com muita velocidade. Tem jogado como atacante centralizado nos últimos jogos.

Netto não vai para Atibaia na intertemporada, está atrás de Pottker, Wellington Silva, Neilton e Parede, não necessariamente nessa ordem. Parede será, ou foi, comprado por 4 milhões.

Eu não sei se Netto será o grande jogador que tem sido na base, o funil é muito pequeno, o grupo dos veteranos sempre fecha e há uma hierarquia informal bastante forte na ascensão dos guris.

Meu maior medo é nunca saber, porque a base do Inter não joga, só em casos excepcionais, normalmente ligados à lesão do titular. Assim foi com Alisson, Iago e Nonato, e até Pedro Lucas.

Incomoda muito ter um jogador avaliado pelo próprio clube em 200 milhões, e não coloca-lo para jogar, nem que seja aos poucos, preparando-o para algo mais forte, mas ele não tem 17 anos. Certo que alguns dos talentos esperados não vingaram como se esperava, tal qual os gêmeos, Andrigo, Valdívia, Ortiz, Junio e não cabe aqui discutir as razões.

Meu ponto é uma avaliação de 200 milhões significar pouco para a presença do jogador no time principal, porque alguma coisa deve estar muito errada ou na avaliação ou no time principal.

Já vimos isso acontecer com outros jogadores, que vieram com bons números para a base do Inter e jamais jogaram 90 minutos no time principal. Mas é fato que preferimos Rytheli ao aproveitamento de Ramon, que pagamos por WS e não testamos Richard, e provavelmente ficaremos com Trellez preterindo Pedro Lucas, e Pottker sem testar Netto.

Daí pouco adianta tecer loas à redução do déficit, se os ativos do clube não são valorizados no próprio clube.

 

Avatar

Author: Mauro loch

Share This Post On