RECESSO | BLOG VERMELHO : Sport Club Internacional

RECESSO

Difícil falar de futebol sem o Inter, pelo menos na minha ótica de torcedor de clube, que faz muito tempo acompanha as seleções apenas atrás de novidades, mas a tarefa está complicada.

Vi muito pouco do jogo da seleção brasileira, que segue em Tite e sua teimosia abissal, provocada pela arrogância de quem conseguiu ser campeão mundial com o Corinthians. Nada de novo em termos táticos, técnicos ou mesmo de simples movimentações de jogadores. Um futebol sonolento.

Vi pouco também de Argentina e Colômbia, só o suficiente para comprovar que Messi e seleção deveriam ser incompatíveis, e que há jogadores argentinos que conseguiriam montar um time melhor que esse que tem se apresentado. A Colômbia não surpreende, vem em fase boa, regular, e tem bons jogadores como Quadrado (ou Cuadrado) e o zagueiro Sanchez. Já produziu outras revelações que se perderam, como Marlos Moreno.

Não vi o que chamaram de melhor jogo, entre Paraguai e Quatar, mas fica a impressão de um empate de Davi, com arroubos de ofensividade de quem não tem nada a perder. Mas é só impressão, já que não vi nada do jogo.

Dito isso, o recesso servirá, para o Inter, apenas para olhar pra dentro, e fazer negócios.

Sim, esse segundo ponto é muito importante, porque entre esses negócios está a possível saída de Trellez e J. Alvez, além de Iago e Rithely, reduzindo a folha, e, talvez, abrindo espaço para necessárias contratações.

Rithely nunca disse a que veio, e veio mais por paixão de um dirigente do que propriamente por um futebol exuberante e com bons números; mas Patrick também veio sem exuberância. A questão é que o erro deve ser corrigido muito mais rapidamente do que o Inter costuma fazer, e o mesmo vale pro Trellez.

Já disse em comentários de outros posts, não vejo muito problema em pagar parte de salários de jogadores ruins para que não entrem em campo pelo Inter; há, pelo menos, uma chance de o substituto mostrar algo que nunca mostraria com a permanência do jogador ruim. É quase um investimento na tentativa de superar o erro.

O Inter errou também ao emprestar Ramon, da base, hoje no Vila Nova, junto com Richard, pois ali estava um jogador que faria a mesma função do Rithely, ou melhor, e mais barato, pois o que está jogando pelo Vila o credenciaria ao Beira-Rio.

Iago vai, toda a imprensa dando como certa a venda que ajudará os cofres, mas abrirá uma lacuna na lateral esquerda, foco ofensivo de velocidade do time em todos os jogos com Iago. Uendel é um bom reserva, não é mau jogador, tem qualidade, mas minha preocupação é a dificuldade de Odair encontrar outra forma de jogar.

Isso porque Odair não consegue repetir a forma de jogar que deu certo, contra o Cruzeiro e Flamengo, em 45 minutos de cada jogo. Ou não sabe porque o time jogou daquele jeito, ou aposta na teimosia mesmo sem um título mundial para tanto.

Eu acho que precisamos de reposição na lateral esquerda, e precisamos qualificar o meio, principalmente considerando que Odair vê em jogadores que poderiam ocupar o meio, atacantes, e vê alguns atacantes como possíveis de ocupar o meio, dando nome aos bois, Neilton e Parede, e Sarrafiore.

O recesso veio exatamente no momento de estabilidade do time, com o crescimento de Lindoso e uma zaga segura mesmo sem Moledo, e vai possibilitar o retorno de Dourado em forma, Moledo e Pedro Lucas, para uma sequência de confrontos decisivos nas três competições. Um Julho quente!!

Avatar

Author: Mauro loch

Share This Post On