Pizzaria Chuca | BLOG VERMELHO : Sport Club Internacional

Pizzaria Chuca

A Pizzaria Chuca, ou as pizzarias, pois havia uma “rede”, fizeram parte da minha adolescência em Porto Alegre. Um dos programas preferidos com a gurizada era ir à pizzaria, com rodízio liberado, disputar quem comia mais pedaços. Típico programa de guri, dinheiro curto, comida farta.

A Chuca era uma das pizzarias que ofereciam esse rodízio, em especial, éramos clientes daquela que, se não me engano, ficava na Cristóvão Colombo, que ficava equidistante para todo o pessoal da turma. O público era majoritariamente de turmas em busca de um record, e de um campeão da noite. Sequer lembro de havia possibilidade de pedidos a la carte.

O que importava era a quantidade, não estávamos muito interessados em análises gourmets ou experiências mais sensoriais com o paladar, o número de pedaços no final da jornada era o gol, mas sempre alguma variedade sobressaia, alguma experiência de mistura de ingredientes chamava atenção.

O paralelo que faço é com o rodízio do Odair. Até o momento, quatro jogos oficiais, dois times, um titular e um reserva, e mais de 22 jogadores testados, alguns em posições diferentes. sou fã do rodízio, ainda mais nesta pré-temporada estendida, de luxo, que considero o Gauchão.

Quanto mais testes, melhor, quanto mais opções, melhor.

Já vimos 3 laterais direitos, e 3 esquerdos, em quatro jogos, isso é uma abundância. Testamos 3 comandantes no ataque, e acho que só o titular não fez gol. A gurizada tem entrado, Marcinho, Iago e até Ronald. Juan, por muitos considerado ruim, sem nenhum lugar, mostrou que talvez possa ser aproveitado, muito porque, depois de um primeiro tempo ruim, não foi substituído como fizeram com Mossoró e ele próprio, e Jefferson, e por aí vai, em anos anteriores.

Até Lomba jogou.

Antes que algum desavisado se adiante e peça por qualidade, e não quantidade, esse é o objetivo.

Infelizmente não estamos em um time gourmet, em que poderia escolher formar um meio com Casemiro, Modric e Kross ou enxertar Bale nele, ou dispensar Pastore, deixar Asensio no banco, ou ter dúvidas entre Paulinho, Mascherano ou Rakitic, ou colocar Muller no ataque ou no meio. Sequer a dúvida de jogar com Lucas Lima, Dudu e Scarpa ao mesmo tempo habita o imaginário do Inter. Gostaria muito de ter que optar fazer a moqueca com lagosta ou vieiras, mas…

Nossa realidade é decidir entre Dourado e Gabriel Dias, Patrick e ???, e o luxo que nos oferecem é um ataque com Potker, Nico, Damião, Roger e Marcinho, talvez Wellington Silva.

Então, nesta época de adolescência do time, é bom que tenhamos quantidade, quanto mais sabores diferentes aparecerem, melhor, daí vem alguma, talvez, qualidade que possa ser aproveitada, ou, pelo menos, saberemos que pizza de sardinha com mel e catupiry não é uma opção razoável.

Author: Mauro loch

Share This Post On