INSISTE | BLOG VERMELHO : Sport Club Internacional

INSISTE

Repetimos várias vezes a famosa frase de que fazer a mesma coisa do mesmo jeito e esperar um resultado diferente não é indicativo de inteligência.

Hoje vamos fazer a mesma coisa, possivelmente do mesmo jeito, e o Inter espera um resultado diferente.

Até o momento, a escalação é a mesma, apenas com o acréscimo de um jogador que fez uma única partida nos últimos seis meses. Claro, o acaso pode funcionar, e futebol tem grandes defensores da repetição exaustiva como geradora de bons resultados.

Digo possivelmente porque Odair já mudou a maneira de jogar com os mesmos jogadores em uma mesma partida, mas a tendência é que repita a forma de jogar com poucos jogadores perto da área adversária.

E de nada adianta dizer que D’Alessandro joga afastado da área. Não lembro quando jogou dentro da área, não lembro de quando gostou de ingressar nos domínios alheios. Seu melhor produto sempre foi nas cercanias, então não dá pra reclamar deste ponto.

Zeca é lateral mais ofensivo que Fabiano, o que, talvez, justifique uma alteração do modo de jogar, com Patrick mais seguro e o avanço dos laterais, coisa que Iago já faz. É pouco, apenas substitui um por outro, e reduz um jogador por um lado do campo, concentrando na direita que já tem Pottker e possivelmente D’Alessandro.

Com Patrick avançado, algumas jogadas pelo lado esquerdo foram trabalhadas, quando D’Alessandro caía por aquele lado. Só com o lateral, dificilmente teremos jogadas, exceto a profundidade com a velocidade do Iago.

Enfim, poucas esperanças de um time mais ofensivo, pensando com a cabeça do treinador que ocupa a casamata.

Há solução com esses jogadores; Patrick, mesmo limitado, consegue oferecer uma jogada mais ofensiva, e Edenilson, mesmo que raramente, consegue aparecer na frente com algum perigo. Pottker poderia trocar o corredor direito por mais liberdade no campo, como fez quando marcou os gols no gauchão, e Damião deveria ser proibido de retornar de 5 passos do semicírculo da área adversária, impedido ou não, mesmo nos escanteios adversários, onde, excepcionalmente, deveria ficar na linha do meio campo.

Se o Inter quer fazer gols, precisa de um time que tenha um pensamento ofensivo, de uma ideia de jogo que faça mais jogadores estar presentes perto do gol adversário, e não apenas em bolas paradas.

No último jogo, o Inter jogou de forma defensiva, absolutamente defensiva, com nosso atacante mais agudo encarregado da marcação dos zagueiros, e não o inverso. Sequer de forma inteligente o Inter tem usado a regra do impedimento.

De qualquer forma, faltará velocidade, exceto se jogarmos com os laterais, e aí que se concentram os problemas do Odair em eventual recuperação de bola do adversário, já que sempre treinou um time defensivo pelo lado direito, onde devem se concentrar nossas investidas. Odair deveria liberar Pottker do corredor, permitindo o avanço de Zeca e Edenílson para triangulações com D’Alessandro, de forma que Pottker habitasse mais a área, junto com Damião.

A defesa ficará mais desprotegida? Sim, mas pelo que estou lembrado, precisamos de gols e vitórias.

Author: Mauro loch

Share This Post On