AFIRMAÇÕES | BLOG VERMELHO : Sport Club Internacional

AFIRMAÇÕES

4.6
(12)

Depois da vitória sem brilho, em um jogo ruim, certas afirmações são possíveis de fazer, algumas necessárias, outras ainda especulativas.

A primeira é que Rodinei, com todas as chances que recebeu e depois de todas as partidas que jogou, não mostra nenhuma qualidade que possa cogitar a renovação do seu empréstimo ou contratação. Trata-se de jogador muito limitado, com imensas dificuldades técnicas e de marcação e posicionamento. A cada elogio da imprensa, mais forte minha convicção de que não pode ficar aqui. O Brasil, com um time em construção, deitou e rolou pelo seu lado, sendo que as investidas sempre encontraram espaços e possibilidades de conclusão.

Outra é que precisamos de um camisa 5, um volante. Nem tanto porque acho que Dourado não dará conta do recado, mas porque Lindoso não tem lugar no time e precisa arrumar seu rumo longe do Beira-Rio, e Dourado precisará de concorrente, já que Jonnhy servirá a seleção e desfalcará o time por algum tempo.

Ramirez está fazendo os testes certos. Alguns que não jogam parecem ter posição garantida entre os 22 ou 25. Creio que Guerrero e Yuri, mais Edenílson, estão entre os confirmados. Acredito que a lateral esquerda sofre testes par ver se é necessário contratar ou se Moisés e Léo dão conta do recado.

Na zaga, a mesma coisa, Zé Gabriel, Cuesta e Lucas precisam de um companheiro, talvez para ser titular. Lucas não foi bem, mas sempre acredito que é muito difícil ir bem com Rodinei da lateral.

No meio, além de um volante, Ramirez procura alguém pro lugar de Edenilson. Nonato desperdiça chances atrás de chances, optando por um jogo burocrático, e o outro lado parece que quem entra durante o jogo joga melhor, como aconteceu com Maurício e Praxedes. E há a possibilidade de Taison ocupar o lugar.

Na extrema esquerda, ainda não vimos ninguém com bom desempenho. Peglow joga pouco e reclama demais, além de se movimentar quase nada e não tentar nenhuma jogada individual. Patrick também não se adaptou, e não sei se vai conseguir se adaptar, a um jogo de passes e movimentação. Seus melhores momentos foram em arrancadas a partir do campo do Inter, e uma ou outra jogada individual. Gostaria de ver Yuri testado ali, mas jogando com Guerrero.

Na direita, não há mais motivos para chances ou especulações com Marcos Guilherme, é um jogador que erra todas suas participações, seja em passes curtos, dribles, conclusões, cruzamentos ou qualquer outra coisa que um jogador possa fazer em campo. Ele corre rápido, só isso. E já jogou com Rodinei e Heitor. Caio Vidal aparece muito melhor, mesmo com dificuldades no término da jogada, seja em último passe ou cruzamento ou conclusão, mas é muito superior ao MG. E ao que parece, Palácios vem para a posição, o que poderia deslocar Caio para a esquerda, já que Yuri tem sido utilizado como atacante mesmo.

No comando, não parece haver dúvidas entre Guerrero e Yuri, e se houver o noticiado interesse em Abel pelos mexicanos, creio que outro poderia vir no seu lugar, mais barato e eficiente. Não que não goste de Abel, mas acho que não se adaptou bem e deve haver alternativas melhores no mercado.

Galhardo ainda oferece dúvidas, é um jogador inteligente, acima da média, mas não vem desempenhando bem. Como teremos convocações, talvez fosse com mantê-lo, mas trocá-lo, junto com Abel, por outra opção, poderia ser vantajoso.

Por fim, no gol, creio que Lomba demonstrou que os testes revelaram uma má fase. Lomba não tem desenvoltura nenhuma com os pés, seu pânico nos recuos é evidente, inclusive para os adversários. Saiu duas vezes muito mal do gol, em socos ridículos, oferecendo a bola pro adversário e não passa nenhuma segurança para a zaga. Lomba vacila nas decisões, e isso é fatal. Espero que tenhamos ofertas e que aceitemos, para ou ficar com Danilo, outro que gostaria de ver vendido, ou com Daniel, que merece sim mais chances com os titulares.

Importante lembrar, também, que jogamos, na maior parte dos jogos, contra times que colocaram os 11 atrás da linha da bola e deixaram o Inter ocupar o seu campo. O Caxias, quando buscou seu gol, abriu espaços e o jogo do Inter, com mais passes rápidos, fluiu melhor.

Esse é o tipo de jogo que o Inter precisa aprender a ganhar, dos times fechados, retrancados e que jogam nos contra-ataques.

E vimos Netto, ex inter, jogar com a 10. Perdeu um gol feito, sofreu o pênalti e chutou de longe. Mostrou em um jogo de um time ruim o quanto perdemos com Pottker.

How useful was this post?

Click on a star to rate it!

As you found this post useful...

Follow us on social media!

Author: Mauro loch

Share This Post On