#420 – Dia de Decisão | BLOG VERMELHO : Sport Club Internacional

#420 – Dia de Decisão

Em mais um confronto decisivo do maior clássico brasileiro, Inter e Grêmio voltam a se enfrentar no estádio gremista na Arena OAS, em jogo que decide o campeonato estadual.

Empate leva a disputa para os pênaltis, uma vez que não há gol qualificado; ao vencedor o titulo e só a vitória interessa para ambos os lados.

Parece mais corriqueiro do que realmente é, mas nas duas últimas décadas é apenas a 7ª decisão entre a dupla; a última vez que isso ocorreu foi em 2015, com vitória colorada do Inter de Aguirre após empate no 1º jogo em 0x0 (o placar foi 2×1 no Gigante).

A única suposta dúvida (além da presença ou não de Dourado) parece prestes a ser desfeita, com a entrada do Pottker no lugar de D´ale. Este é um capítulo a parte, com algumas considerações:

    • D´alessandro não tem vigor para fazer a recomposição pelo setor, onde o Grêmio é muito forte com Everton e Cortez e que é o mapa da mina para o coirmão, haja visto os últimos confrontos entre as equipes.
    • Colocar Nico para fazer o corredor afasta do gol o nosso jogador mais incisivo, em local onde pouco rende.
    • Pottker é um dínamo fisicamente, e muitas a maioria das suas escalações tem sido sob a justificativa da entrega tática, uma vez que tem um número baixíssimo de gols e assistências nas últimas 45 partidas, e tecnicamente tem deixado a desejar.
    • Aliás, as atuações e números de Pottker falam por si só. Há uma clara confusão entre entrega tática (que de fato ele tem) e bola no pé; para a tristeza do jogador (e da torcida colorada!!), se trata de futebol, e não campeonato de altruísmo e abnegação.
    • Nem Freud explica essa predileção do Odair por um jogador de desempenho tão baixo. Chega a ter contornos de paixão.
    • Atacante ou meia ofensivo não é duble ou muleta de lateral.
    • Atacante ou meia ofensivo não é duble ou muleta de lateral: não se perde um outro atleta para tentar sanar as dificuldades defensivas de um jogador do setor.

Enfim, é uma escalação que não me agrada, e que já foi repetidas tantas vezes que chega a soar repetitivo demais; eu iria com Nonato (liberando Nico do balanço defensivo) ou ainda com a entrada do Emerson Santos no setor no lugar de Zeca; apesar dos claros sinais de ser uma má escolha, se confirmada, nos resta torcer para dar certo.

Investir nas costas dos laterais gremistas (que atacam bastante) é um dos pontos a ser explorados, assim como a infiltração de nossos volantes vindo de trás, uma vez que o falastrão Maicon e os demais meias gremistas não tem característica de acompanhar este tipo de movimento.

É jogo para ser decidido nos detalhes e a tendência é que o jogo seja mais aberto desta feita, uma vez que o Grêmio deve ser mais ofensivo e apenas a vitória interessa a ambas equipas.

Também é mais uma prova de fogo para Odair, para não apenas colocar a primeira faixa no peito, mas dar o tão esperado salto de qualidade (que talvez venha com o título): o treinador colorado ainda padece de ousadia em alguns momentos, além do problema da queda de desempenho e oscilações da equipe ao longo dos 90 minutos.

Ademais, e é necessário cautela extra com a arbitragem, que já deu alguns preocupantes sinais de contemporização e imparcialidade no clássico passado.

Uma vez que a classificação antecipada na Libertadores aconteceu, o planejamento é ir com força máxima, e sempre que é possível assim deve ser feito.

Afora a rivalidade regional, fica o apelo de voltar a ser campeão, por menor que seja o glamour: deve ser DNA do clube levantar taças, das menos as mais gloriosas. 

Serviço do jogo: GRÊMIO X INTER – GAUCHÃO – FINAL (VOLTA)

  • Local: Arena do Grêmio OAS
  • Data e horário: quarta-feira (17), às 21h30 de Brasília
  • Provável Inter: Marcelo Lomba; Zeca, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Lindoso (Rodrigo Dourado), Edenílson, Patrick, William Pottker (D’Alessandro) e Nico López; Paolo Guerrero
  • Provável Grêmio: Paulo Victor; Leonardo, Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Maicon, Matheus Henrique, Alisson (Diego Tardelli), Jean Pyerre e Everton; André
  • Desfalques: Paulo Miranda e Marcelo Oliveira (Grêmio); Rithely (Inter)
  • Transmissão: RBS TV para todo o Rio Grande do Sul e Premiere
  • Trio de arbitragem: Jean Pierre Gonçalves Lima, auxiliado por Rafael da Silva Alves e Lúcio Beiersdorf Flor

@Davi_Inter_BV

 

Avatar

Author: Davi

Share This Post On