#SeremosCampeões | BLOG VERMELHO : Sport Club Internacional

#SeremosCampeões

Vamo! Vamo! INTER!

 

O tom do último texto do Mauro eu acho perfeito. Nem pra cá… Nem pra lá… Sem coitadismos, nem a covardia da falsa isenção de alguns órgãos de imprensa que vou chamar de a mídia podre. Foi simples e perfeito! Confesso que estou me abstendo de usar qualquer meio de comunicação convencional: TV, rádio, jornal… nem website ou rede social dessa mídia podre eu tenho acessado. E quanto menos eu assisto, menos eu quero assistir! Esses imundos vão suar pra tirar um tostão meu.

O último suspiro de aceitação que eu tinha esvaiu-se no  jogo Cruzeiro x Internacional, no dia 02/setembro. Eu estava viajando e me obriguei a ouvir pelo rádio o jogo. Infelizmente, a única rádio que sintonizava a certa altura da estrada era a Gaúcha. Em dado momento do jogo, quando o INTER pressionava o Cruzeiro para abrir o placar, o narrador solta a pérola: “tem de dar um susto o Cruzeiro… O Cruzeiro tem de sair lá de trás… O Cruzeiro não pode ficar só lá trás!”. Não faço nem ideia de quem era o gremista enrustido que narrava. Mas a minha gastrite atacou e por questão de saúde tive de desligar o rádio. Nisso, eu fico imaginando que tipo de imbecis e panacas esses idiotas acham que nós somos? Um meio de “imprensa” sediado no Rio Grande do Sul, de donos sulistas e transmitindo para gaúchos… vai enganar quem que é para ter uma narrativa imparcial? Fala sério! NUNCA ouvi nada semelhante em qualquer jogo do Grêmio. NUNCA!

Já estive em jogos no olímpico em que a “imprensa imparcial” distorceu toda a realidade. Estádio semi-vazio em um jogo de libertadores numa quarta-feira era estádio praticamente lotado, com a filmagem apenas mostrando a torcida organizada de fundo. Sufoco tinha virado “o grêmio deixou a vitória escapar”. Daí vem com imparcialidade? Imparciais são minhas bolas que não trocam de lado.

Eu não vejo nenhum problema com a narrativa ser favorável a um dos lados. Tendo respeito e sobriedade não ofende ninguém, fica até mais bonito. É tranquilo pra mim e imagino que pra maioria. Quem lembra do Falcão como comentarista no Jornal do Almoço? Elegante, sóbrio e… colorado! Nunca vi ninguém ficar ofendido em ouvir de um torcedor adversário que o time foi bem ou que tem coisas que pode melhorar. Mas o que é inadmissível é venderam o peixe de isentos e imparciais e fazerem coisas que denunciam o contrário. É um achincalhe, um escárnio, um deboche! Análise imparcial? Pra cima de quem, cara pálida?

 

Aqui é INTER!

 

Outra coisa inadmissível é em pleno 2018 ainda ter de assinar uma TV de canais pagos pra poder ter acesso aos jogos do clube. Essa assinatura te faz gastar o suado dinheiro num pacote que se a família toda da pessoa usa mais do que seis canais é muito. Além disso, tem-se de pagar o “pacote do pacote do pacote” pra chegar ao objetivo final: assine a TV, mais a modalidade de assinatura que permite acesso aos canais HD, adicione a assinatura dos canais Premiere e, por fim, escolha a assinatura Premiere HD. Tudo isso só pra poder assistir aos jogos em resolução adequada? WHAT THIS FUCK?! Roubo, roubo é o nome disso!

Até a MLS (Major League Soccer – Liga de futebol nos USA) oferece jogos via YouTube. As grandes redes esportivas internacionais e grandes ligas tem seus próprios aplicativos de transmissão via stream… Enquanto isso, na terra da putaria, onde dirigente trata o clube como seu brinquedo, o torcedor tem de ser extorquido pelas companhias de canal fechado.

Se alguém se der ao trabalho de seguir toda a “árvore genealógica” de ligações das empresas que dominam o cenário das rádios e TVs deve chegar, no final, aquela meia dúzia de famílias que controlam toda a imprensa nacional. Não bastasse isso, o consumidor, pra completar, recebe um sinal precário. Isso quando não tem de apelar para a pirataria se não quiser assistir no Alegrete, por exemplo, o jogo “alguém do sudeste” x “alguém do nordeste”. E, além disso, (sim! Tem mais…) contrata um plano e é cobrado por outro (coincidentemente mais caro) ou recebe menos (coincidentemente equivalente ao mais barato). Agora, tente cancelar um plano pra ver como fica.

Isso, sem falar do repasse de verbas públicas a órgãos de imprensa a título de propaganda de utilidade pública. Eu confesso que achara mais eficiente os governos investirem em melhoria das vias e sinalização do que fazer comercial pra segurança no transito, por exemplo. Talvez eu seja muito tradicional e prático ou isso é mais um caso de Roubo atrás de roubo… Vocês decidem!

No final das contas, os clubes não são mais donos de sua imagem ou seus símbolos (vide camisa cinza), não são donos de seus jogadores, não apitam no horário nem no dia que jogam… e os torcedores, além de pagar por tudo, ainda tem de assistir um campo rodeado apenas por propaganda da RGT (o que prova mais ainda de que os negócios vão mal… ninguém mais anuncia).

Por fim, os malditos cavalinhos! MALDITOS CA-VA-LI-NHOS! Enfiem seus fantoches onde lhes convier! Os clubes tem os seus mascotes oficiais!

Isso, meus amigos, dos cavalinhos, nada mais é do que mais uma forma de tentar pegar pra si a imagem dos clubes. MALDITA RGT!

 

SACI! (1987 – por Ziraldo)

 

Nós já temos o nosso mascote, obrigado! É provavelmente a figura mais conhecida do folclore brasileiro e está intimamente relacionada com a história do Rio Grande do Sul, pois os primeiros relatos surgiram entre os indígenas que formaram os povos das missões. Até que um dia nós, malandramente, como é do espírito dessa lenda, vestimos ele com nosso uniforme e nunca mais se despiu dele! Caiu como uma luva!

Além disso, tem a belíssima representação feita pelo Ziraldo para a Copa União (1987, quando a CBF estava impedida de organizar campeonatos). Quanto mais força dermos a mídia podre, mais fracos ficamos. Ser campeão é uma guerra! E para ganhar uma guerra precisamos vencer em todos os frontes! Não quero ver mais nenhum colorado ou colorada portando cavalinhos debilmentais no colo! Temos belos símbolos para retratar nosso clube. Por exemplo, os camelôs e a loja oficial do INTER poderiam vender versões do saci. Um malandro, outro furioso… Isso sim seria legal. Não podemos deixar que ninguém conte a nossa história por nós. Só assim seremos campeões.

 

 

PS: Tive alguns problemas familiares e não pude ser tão assíduo nos últimos dias. Um tio meu acabou falecendo no final de semana anterior. Mais que um tio, tecnicamente um pai pra mim. Como era gremista, preferi me reservar o silêncio. Mais uma vítima dessa maldita doença chamada câncer. Meus amigos, Cuidem-se! Vivam bem! A gente não sabe o dia de amanhã…

 

Cristian

Author: Cristian

Brasileiro! Não desiste nunca...

Share This Post On