Papai é o maior! | BLOG VERMELHO : Sport Club Internacional

Papai é o maior!

Chove, dá algum vento de vez em quando, mas a verdade – ABSOLUTA – é que por aqui PAPAI SEGUE SENDO O MAIOR!

Que vitória, amigos(as) Colorados(as). Não é só a vitória que nos recoloca no topo da tabela, mas a vitória que veio para coroar todo este trabalho que viemos apresentando desde o último greNAL. Hoje o time de “segunda divisão” mostrou quem é o patrão do Rio Grande. E que presente de aniversário demos para o ‘treinador’ adversário.

Novamente quem fez o gol merecia diante da partida que fez.

Vibra Torcedor Colorado! Vibra porque teu time ganhou o greNAL e é líder e não por acaso.

Apesar de estar em êxtase, ainda, vou tentar cotar nossos jogadores:

 

12 – LOMBA: Mais uma jornada espetacular do homem iluminado por Deus. Duas defesas espetaculares. NOTA: 8,0;

37 – ZECA: Melhor que nos últimos jogos mais ainda aquém do que sabe. Os lances de perigo adversário foram do seu lado. Mesmo assim, hoje, não tem como criticar. NOTA: 6,5;

4 – MOLEDO: Novamente um gigante da zaga. Ganhou todas as disputas pelo alto e peita qualquer um. NOTA: 7,5;

15 – CUESTA: Que zagueiro, senhoras e senhores. Hoje acima de  Moledo. NOTA: 8,0;

6 – UENDEL: Há horas não via um cruzamento de lateral tão perfeito por aqui. Jogou bem, a julgar o tempo parado. É sombra pro Iago. NOTA: 7,5;

13 – DOURADO: Mais uma vez mostrou que não tem primeiro volante jogando mais nesse país. Nas poucas divididas que não ganhou, recuperou no lance seguinte. Ademais, tem sido preciso nos passes. Hoje mais uma vez. NOTA: 8,0;

8 – EDENILSON: Na maioria das vezes é regular. Hoje foi melhor ainda do que já vinha sendo e fez um gol de centroavante. Melhor em campo, pois. NOTA: 9,0;

7 – NICO LOPES: Não jogou bem no primeiro tempo, pelo lado esquerdo. No segundo, voltou à naturalidade e tomou conta. Outro grande jogador que temos. NOTA: 8,0;

88 – PATRICK: Novamente não foi aquele Patrick que virou xodó da torcida. No segundo tempo foi mais volante e foi bem. Lembra um jogador de futsal, esconde a bola como poucos. NOTA: 7,0;

99 – POTTKER: Já disse por aqui que taticamente tem sua importância. Mas hoje esteve bem abaixo dos demais. Errou demais no primeiro tempo. NOTA 6,5;

86 – ALVEZ: Jogador voluntarioso, mais uma vez, mas errou uns passes de forma quase que bisonha. De qualquer sorte, me parece útil. Não como titular. NOTA 6,0;

9 – DAMIÃO: Fez mais que Alvez e marcou um gol, para mim, mal anulado. Hoje entrou com mais vontade que o último jogo. Mas tentou bicicleta, para variar. É o mais titular dos centroavantes. NOTA: 7,0;

18 – FABIANO: Entrou para fechar o lado direito e foi bem, como tem sido, aliás. NOTA: 6,5;

10 – D’ALESSANDRO: Hoje entrou para segurar a bola e fez isso com maestria. Ainda não perder a majestade, convenhamos. NOTA: 7,0.

ODAIR HELLMANN: Merece crédito. Fez boa leitura do jogo e consertou o erro de inverter NICO e POTTKER no primeiro tempo. Vem a cada jogo ganhando mais respeito e é sim um dos pilares da campanha até aqui. NOTA: 8,0.

 

Talvez tenha sido generoso, eu sei. Mas, hoje, me sinto no direito.

E VAMO INTERR; VAMO INTERR, VAMO, VAMO MEU INTERR; VAMOS LUTAR ATÉ MORRER, SEREMOS CAMPEÕES!!!

Author: Bruno Costa

Share This Post On