Demônios | BLOG VERMELHO : Sport Club Internacional

Demônios

É bem verdade que tudo que devia ser dito, por aqui, acerca da nossa bela vitória em Minas Gerais já foi bem referido pelos ótimos Colunistas que amparam o BV. Realmente o time parece estar construindo uma maturidade daqueles que, efetivamente, buscam almejar um título e, apesar de ainda achar que o Campeonato Brasileiro deveria ser uma prioridade, não se pode negar que vencer a Copa do Brasil é um bom começo (ou recomeço) depois do calvário que vivenciamos num passado bem próximo.

E se o destino realmente nos reserva, enfim, boas alegrias para este futuro bem próximo, restará confirmada a máxima que aventei, ainda ao final de 2016, no meu blogue pessoal: descemos ao inferno e voltamos de lá como os demônios.

Não posso me furtar, todavia, de conferir alguns apontamentos acerca da última partida. Achei, por exemplo, um pouto temerária nossa postura de início de jogo e de início de segundo tempo. Demos muito campo ao adversário que, somente não melhor aproveitou, porque efetivamente vive uma péssima fase. Perdeu seu treinador e como eu queria que fosse o segundo jogo já na quarta-feira próxima. Parece-me que seria uma classificação mais do que tranquila, convenhamos. No mais, Marcelo Lomba me saiu de soco em umas bolas ao estilo Clemer de ser. Prenúncio de título? Nossa zaga já não falo mais e os laterais estiveram bem. Pela direita, Bruno  para mim regular durante toda a partida e pela esquerda Uendel parece que precisa “pegar no tranco”, mas depois vai. No meio, Lindoso é indiscutivelmente titular e tem que ir mesmo no sacrifício, Patrick para mim foi apenas regular, Nico taticamente bem, individualmente ainda meio fora de órbita, e Edenilson, assim como a zaga, não preciso comentar, mas sim, reforçar as orações para que a sua lesão não tenha sido nada de mais mesmo. Guerrero é absurdamente mortal e Rafael Sobis um jogador de decisões. Impressionante! Feliz de mim que aqui no início do ano festejou sua contratação.

Feitas as considerações breves, voltamos a mais um jogo pelo Campeonato Brasileiro, que é importante ainda, esta que aumenta em razão do adversário, que merece uma bela derrota num Beira Rio que promete estar lotado, às 11h, neste que talvez seja um dos melhores acertos da CBF nos últimos tempos em relação ao campeonato nacional. Ser campeão, como eu queria que fosse, é bastante difícil. Já estamos distantes da liderança e a tendência é que até outubro veremos mais o time reserva (ou misto) em campo do que os titulares. Talvez o melhor é fazer isso mesmo. A lesão do Lindoso e agora do Edenilson são exemplos de que se for para encarar tudo da mesma forma, talvez não tenhamos onze para escalar ali na frente. Nos falta mais um atacante de velocidade, um bom centroavante reserva e um centromédio que Ritchely ainda não conseguiu ser até agora. Não sei se virão.

A Copa do Brasil é uma boa meta. Já a Copa Libertadores tem um caminho mais tortuoso, embora muito possível, também. Ao fim e ao cabo, nós fumegantes seres demoníacos Colorados haveremos de soltar o grito engasgado na garganta.

Seremos Campeões! Vamo, Interrr….

Avatar

Author: Bruno Costa

Share This Post On