Amanhã assim será | BLOG VERMELHO : Sport Club Internacional

Amanhã assim será

Parece-me que o futebol jamais poderia ser tratado como ciência, afinal, algumas coisas são óbvias – tal qual a postura sempre igual do time do Odair Hellmann fora de casa, e outras nem tanto, como uma segunda falha daquele que é um dos melhores jogadores do time, falo-lhes de Edenilson, que culminaram com gols adversários em momentos decisivos; tipo ontem. Mas acontecem. Aliás, o futebol é daquelas artes em que tudo pode acontecer.

E do que vai acontecer no jogo de volta, uma estranha convicção brota dentro de mim: seremos campeões!

Não detenho mediunidade, a sorte (ou azar) de saber do futuro ou qualquer coisa do gênero. Mesmo não sendo sensitivo, todavia (e com o perdão da redundância), detenho para comigo a sensação de que seremos campeões na próxima quarta-feira e que o destino nos reserva a glória. Aliás, por falar nisso, e em que pese eu seja um dos mais críticos ao trabalho do treinador aqui, sequer levo em consideração se o mesmo merece ou não entrar para a história com a conquista no bi da Copa do Brasil. Primeiro, que muito técnico inferior a ele já colocou faixa no peito pelo Colorado. Segundo, que não é uma questão do Odair (ou jogadores, ou a direção) merecer o título. Somo nós, os verdadeiros torcedores Colorados, que merecemos.

Sim, nós merecemos ser campeões!

Mas, obviamente, os protagonistas da empreitada precisam realmente dar uma força. Senhoras e Senhores, o jogador Patrick errou, ontem, tudo que tentou. Tudo. É inexplicável como ficou em campo até o apito final. I.N.E.X.P.L.I.C.Á.V.E.L. Como o treinador não enxergou que era um a menos em campo? Nico Lopez também deixou bastante a desejar e D’Alessandro com 38 anos não pode ficar restrito à marcação de lateral. Também I.N.E.X.P.L.I.C.Á.V.E.L.

Contrário senso ao pensamento de alguns, apesar da postura acovardada do Inter no campo adversário, mais uma vez, ainda penso que se for analisar o jogo apenas pelos melhores momentos, veremos algumas chances claras de gol. E não em menor quantidade que o time da casa. Quem disse que o clube paranaense é uma seleção? Desculpem-me, mas mesmo esse Internacional que está longe de impor segurança ao seu torcedor é sem dúvida alguma mais time.

E chegada esta altura da competição, o último confronto, o que vale a taça no armário, pouco me importa as minhas ideias acerca do treinador e do grupo de jogadores. Quero ser campeão e ponto final. E ponto final. Se tiver que ser com gol do Pottker, que seja. Com gol do Trellez, que seja. Com gol do Lomba? Que seja! Seria até justo, porque é graças ao Lomba que podemos ter o direito da sensação de que o título será nosso.

Sim, nós merecemos ser campeões! Nós, torcedores que tanto penamos há tão pouco tempo.

Uniu-vos, ó torcida do Sport Club Internacional. Faz do Gigante construído sobre as águas um caldeirão ainda mais fumegante. Deixa teu coração pulsar mais forte. Enverga teu manto vermelho. Não esconde teu grito, bota pra fora, carrega o teu time no berro até o gol adversário e espera, espera pelos 90 minutos faltantes porque tu serás CAMPEÃO!

É só tu querer que amanhã assim será.

Vamo INTERRR! Vamo INTERRR!!! Vamos lutar, até morrer: SEREMOS CAMPEÕES!

Avatar

Author: Bruno Costa

Share This Post On