Nestor Pacheco | BLOG VERMELHO : Sport Club Internacional
CRIADOR DE CRISES 4.8 (25)
Jan26

CRIADOR DE CRISES 4.8 (25)

Entreguei-me ao ócio de tal forma no final do ano findo e no começo deste, que parece que estou ainda mais nostálgico que de costume. E as estórias do tempo da repartição tem povoado a minha mente cada vez mais. Principalmente aquelas que de alguma forma me lembram o Internacional. Severino (me refiro a um personagem de humor caros jovens leitores) que era, numa das minhas andanças pelo interior, parei numa cidade bem gaúcha. Lá já...

Read More
É COMO TERMINA… 4.8 (21)
Jan19

É COMO TERMINA… 4.8 (21)

Minha atuação pela repartição em Porto Alegre se encerrou fazendo meros trabalhos burocráticos, chatos e inúteis. Não recordo a razão de me tirarem do serviço de campo, talvez já me achassem velho naquele tempo, mais ainda que agora, ou foi algum gancho (sabiam que eu detestava ficar preso em algum lugar) por algo que fiz e nem lembro. Ou nem mesmo fiz: era para puxar o meu tapete. Não sei, já faz algum tempo. Ao certo é que não sinto...

Read More
TOCANDO EM FRENTE 4.8 (37)
Jan12

TOCANDO EM FRENTE 4.8 (37)

Numa das minhas passagens pelo Vale um dos meus guris logo se enturmou com a vizinhança. No prédio rosa de esquina já tinha uns quantos, na casa do outro lado da rua mais dois e da oficina à beira do arroio os filhos do Fuscão eram tantos que eu nunca me atrevi a contar. Mas o grosso da gurizada tava naquela ruela de chão batido com saibro, onde todas as tardes um mundaréu de garotos se juntava para falar de futebol e jogar…...

Read More
CONTINUEMOS 4.8 (56)
Dec15

CONTINUEMOS 4.8 (56)

Meu erro não foi sumir daqui por tanto tempo, mas sim deixar de avisar que assim o faria. Falar que estou de férias no litoral, logo eu que passo boa parte do ano entediado em forma de aposentadoria é quase heresia, mas a verdade mesma é que estou pelo litoral curtindo derradeiros momentos, relembrando outros tantos que por aqui tive a satisfação de viver. Mesmo que brevemente ou meramente de passagem. Sobre a Copa do Mundo minhas...

Read More
SEMPRE COMEÇA DE NOVO 5 (14)
Nov17

SEMPRE COMEÇA DE NOVO 5 (14)

Num determinado momento da minha vida fiz alguns negócios que não deram certo. Não fiquei no prejuízo, me reergui depois, afinal, a vida sempre começa de novo (já diria Moacyr Franco). Alugava minha casa na Capital e morava de aluguel na região metropolitana. Sobravam uns pilas nessa brincadeira. Eu tinha uma VW Brasília verde abacate muito inteira que logo depois vendi (me arrependo até hoje, aliás), pois vivia com a bateria arriada...

Read More