PÓS-JOGO: Novo Hamburgo 0 x 3 INTERNACIONAL | BLOG VERMELHO : Sport Club Internacional

PÓS-JOGO: Novo Hamburgo 0 x 3 INTERNACIONAL

Depois de superar o Veranópolis na estreia do Gauchão, o Inter fez uma curta viagem até Novo Hamburgo para encarar o time que leva o nome da cidade e é o atual campeão estadual. Mesmo com um time reserva e chuva que insistiu em cair impiedosamente no Estádio do Vale, o colorado confirmou seu favoritismo e aplicou 3-0 no adversário, mesmo que sem um grande futebol – e só com gols de cabeça.

O primeiro tempo reservou o primeiro gol do Inter. Em escanteio cobrado por Nico López, o zagueiro Thales completou de cabeça para o gol: 1×0. A emoção de marcar seu primeiro gol pelo colorado foi além do tento: seu pai, Sandro, estava no estádio. Trabalha como segurança no colorado. Além do gol, o Inter teve mais duas boas chegadas: uma delas, veio num contra-ataque de Patrick, que tocou para Marcinho, que finalizou mal e ainda tinha a opção de devolver para Patrick, que vinha em boa condição. A outra chance veio com o uruguaio Nico López, que chutou forte para o goleiro Max espalmar.

O segundo tempo começou com pressão do time da casa, que após levar 3-0 na sua estreia, precisava ao menos, buscar o empate, já que irá partir para dois jogos longe de seus domínios. Apesar da pressão feita nos primeiros 20 minutos, o Inter conseguiu ampliar com gol de Danilo Silva. De novo de zagueiro, de novo de escanteio, dessa vez cobrado por Edenílson. O colorado completou sua vitória com gol, NOVAMENTE, de cabeça de Nico López, pós cruzamento de William Pottker.

 

Aqui os melhores momentos e gols da partida válida pela segunda rodada do “charmoso” gauchão:

Algumas considerações:

Ruan foi o pior do time. Afobado, se complicou pelo campo, além de errar lances básicos. Mas apesar disso, mostrou um pouco de habilidade em alguns lances. E apesar de saber que não fazia bom jogo, não se omitiu em momento algum.

Gabriel Dias foi bem, novamente. Está se saindo melhor do que o imaginado por grande maioria dos colorados.

Patrick foi um dos melhores no primeiro tempo, mas no segundo sentiu o cansaço.

Nico López jogou como deve jogar. E o resultado dele foi satisfatório. Um gol, uma assistência e uma finalização perigosa. De brinde, uma bela caneta. Teve movimentação interessante.

Roger, também estreante, pouco fez; Porém, não comprometeu.

Edenílson entrou e mudou o Inter que estava num momento complicado da partida. Deu uma assistência de escanteio para Danilo Silva marcar.

D’Alessandro. Não entrou em campo, mas assim como aconteceu ano passado contra o Londrina (estou contando no momento em que ele foi substituído naquela partida, hoje ele não jogou), o Inter teve dois gols de escanteio no mesmo jogo. Contra o Londrina, foram duas cobranças de Camilo para dois tentos de Klaus. Hoje, uma de Nico López e outra de Edenílson, para tentos de Thales e Danilo Silva, respectivamente. Coincidência ou não, torcedor? Apesar da qualidade técnica do nosso 10, digo a tempos: ele não tem boa cobrança de escanteio. Geralmente é sem força, no primeiro pau ou é um escanteio curto que quase sempre não resulta em nada, e em boa parcela das vezes, gera ataques para o adversário. Particularmente, Odair deveria ter uma conversa com ele, e tirar ele da função de cobrador de escanteios e deixar isso a cargo de Nico e Edenílson, que hoje, todos que cobraram, foram com qualidade.

 

No mais, é isso, gurizada. O próximo desafio é quarta, contra o Caxias no Estádio Centenário, as 21h45. Os grenás vem em alta depois de aplicar 3-0 no Noia e surpreender o nosso maior rival, ganhando de virada, por 5-3.

 

Uma ótima semana para todos nós, e VAMO INTER!

Author: Arthur

P7 manda

Share This Post On