Clube do POVO?! | BLOG VERMELHO : Sport Club Internacional

Clube do POVO?!

Louis ja fez o post pós-jogo então vou comentar algo antes do jogo: INGRESSOS.

Nos últimos anos nossa diretoria tem chamado o povão ao gigante. Fomos rebaixados em 2016 com a terceira maior média de público do campeonato brasileiro, lembram? Ano passado na série B tivemos uma ótima média de público também. Dificilmente havia jogos com menos de 30 mil no estádio e isso graças aos portões abertos para a torcida, o apoio foi incondicional, independente do resultado no Gigante.

Fui uma das pessoas que criticou muito o sócio popular, ou conhecido como “sócio a 10 pila”, para mais detalhes leiam este post. É óbvio que aumentaria as demais modalidades de sócio pois tem que ter dinheiro tirado de algum lugar. E, em algumas conversas com amigos de bar, ouvi as seguintes frases que me fizeram pensar ao ver que, para sócio, o ingresso estava 25 reais:

 

Aí me dizem: é fácil falar sendo sócia de check in porque eles deixam buraco no estádio. Pessoal, não puxando pro meu lado mas o sócio colorado é diferenciado apenas por fazer check in. Se tu faz, tu entra. Se não, não. É bastante simples, fora que existe uns 20 mil apenas pois muitos migraram pra cadeira locada que é, de fato, o que deixa espaço aberto no Beira-Rio. Outro fator a ser pensado é: “já que o Inter possivelmente não está bem financeiramente é exatamente por isso que o torcedor deve apoiar ainda mais.”

Estádio sempre vazio, como eu já decretava em 2008, com a gentrificação do Beira – com suas modalidades de 100 mil sócios distintos dos meros mortais, muito dos quais enchiam as arquibancadas nas épocas de vacas magras. Estádio não é banquinha de granola, onde eu vendo a com amêndoa mais caro pra não perder dinheiro. Lugar em estádio é tudo a mesma bosta, o importante é encher. Porque vai sobrar espaço nos de 25 pila, daí a granola apodrece, eu não vendo ela e perco dinheiro do mesmo jeito. Baixar ingresso não dá prejú porque o sócio não deixa de pagar mensalidade. Mas com o ingresso caro o torcedor (povão) deixa de ir no jogo, baixando a renda e o, vá lá, apoio atmosférico dos gritedo da galera. Daí tem que aguentar a damagogia da direção no dia da mulher, que as mina entram de graça, o estádio fica cheio, todos exaltam a beleza do estádio plural e lotado, pra na outra semana vender uma inferior ao lado da torcida do Esporte Clube Cacimbinhas a 200 conto.

Sabemos que para ter jogo no estádio exige dos cofres como luz, funcionários, jogadores, comissão técnica. O custo mínimo para o Gigante funcionar é alto e nos últimos anos a diretoria amadora do Internacional não soube lidar/contar com isso. Agora estão arcando com as consequências, como?! Cobrando 50 reais um ingresso para torcedor comum em um campeonato gaúcho! E somos obrigados a ver buracos como na cadeira locada, na torcida vip, nos setores acima que a Brio não desocupa… Ontem o público foi 15.149. O que tu achas disso torcedor?

Author: Amanda Muller

Share This Post On