NICO MORREU PRA MIM 0 (0)
Aug21

NICO MORREU PRA MIM 0 (0)

O Inter segurou o Flamengo no primeiro tempo mas mostrou pouco interesse em atacar. Jogamos com um DALE desaparecido…simplesmente não tocou na bola…inexistente como nunca vi antes….Edenilson fora de condiçoes fisicas…..Patrick irregular…Cuesta no segundo tempo decidiu pegar leve e foi entortado nos dois gols…na verdade ninguem fez nada…..mas o mais irritante foi Nico Lopez…jogou 15...

Read More
Dia de jogo: Inter x Flamengo 0 (0)
Aug21

Dia de jogo: Inter x Flamengo 0 (0)

Existem dois times que apesar de sua rica história eu simplesmente abomino e sempre torço contra: Corinthians e Flamengo. É um sentimento de repulsa, ao contrário do sentimento de rivalidade que sinto em relação ao coirmão. Muito se explica pela maneira quase que forçada com que os “supostos times de massa” são tratados pela imprensa e pela mídia: com supervalorização, superexposição, quase “empurrados goela...

Read More
Partícula… 0 (0)
Aug20

Partícula… 0 (0)

Se… Talvez essa seja a palavra mais pronunciada, não só no futebol, mas, também, no mundo. Em última análise, imaginamos o que vivemos com outro possível desfecho e, normalmente, esse “final” seria melhor que a situação real… apenas não tivemos sorte naquilo. Acredito que a maioria de nós já se pegou fazendo isso em todos os campos da vida. Fazemos isso a quase todo momento, especialmente quando estamos insatisfeitos, como se uma...

Read More
POR ONDE ANDEI 0 (0)
Aug19

POR ONDE ANDEI 0 (0)

Depois do baita texto do Tiago fica um pouco difícil falar sobre o jogo de sábado, ou sobre o jogo de quarta. É como aquela música do Nando Reis, que dá título ao post; algumas coisas perdem importância quando comparadas com as pessoas que amamos. Mas vamos lá, olhando pra trás, vendo a primeira vitória fora do Inter, num jogo de apenas 45 minutos do time de vermelho. Sim, em 45 minutos liquidamos o Fortaleza, e não fizemos mais...

Read More
Ausência 0 (0)
Aug18

Ausência 0 (0)

É um texto egoísta, então quem não quiser ler, pula pros comentários e não me enche o saco. … Volto a escrever depois de meses de ausência. Demorou muito pra ter vontade. Mais ainda de pensar em futebol, quem dera acompanhar. Meu pai se foi em Junho deste ano. Isso que é ausência. O câncer não te mata. Ele te humilha. Mesmo fraco, cansado, sabendo que o fim vinha em poucas horas, o pai ainda vibrou com os dois gols do Inter...

Read More